Blog do site VIVACOMLINFEDEMA.com

Linfedema e exercícios no verão

Oi gente!

Vamos falar de verão e exercícios.

Bem, o calor está aí, e com ele vem a pior fase pro linfedema. A perna incha, esquenta e fica vermelha, mesmo que não façamos nada ao longo do dia!

Bom, como o verão é a época de ir pra piscina, praia… é a época da dengue e outros mosquitinhos safados que tanto incomodam… Por isso nao se esqueça: se for viajar pro litoral, pra algum sítio, leve o REPELENTE!!! Não dê mole por pernilongo, pois isso seria bem desagradável…é pra qualquer um, imagina pra quem tem linfedema!!!

Parece que as pessoas só se lembram de fazer exercícios no verão, achando que vão ficar “secas” do dia pra noite. Pensando nisso, resolvi fazer alguns cometários sobre atividades físicas. Não vou me prolongar demasiadamente pra não ser repetitiva, já que escrevi vários posts sobre exercícios aqui no blog. Dessa vez o enfoque será em minha experiência.

Bem, como todos já sabem, depois que me recuperei da pior fase do linfedema, fui pra água; Natação. Foi ótimo!!! Porém, notei que o resultado era muito melhor usando meia. Depois de nadar, fui pra hidro, tambem usando meia. Depois pro spinning na agua, também usando meia. O spinning foi fantástico, pois fortaleceu minhas pernocas, e isso ajudou no retorno. Mas uma coisa chata me fez sair da água e me arriscar fora dela: a temperatura. A água da academia ficava em torno de 30°, e isso me deixava com mal estar. A perna ficava vermelha, e eu sentia muito calor.

Foi aí que resolvi ir pra academia. Com acompanhamento de fisioterapeuta, e ficha montada levando em conta o linfedema, posso garantir que estou na melhor fase do edema.

Alguns detalhes importantes:

- não faço agachamento com peso;

- tive melhor resultado com bike horizontal

- abdominais no final de tudo, com as pernas pra cima apoiadas em bola de pilates, ou banco;

- perna com meia e enfaixada ate abaixo do jelho, ou apenas com meia (tenho preferido so com meia, pois a mobilidade nao fica restrita)

Uma coisa muito interessante que notei ao pesar na balaça antes de começar a ginástica, e após terminar:

Há redução do peso, em média 400 gramas (ml)! Não posso afirmar nada, mas acredito ser líquido eliminado pelo suor, ou pelo xixi que às vezes faço depois de 40 min de bike. Uma coisa é bom pensar, se não houve aumento do peso, não houve aumento do inchaço, pelo menos no decorrer da ginástica. se houve redução do peso, é provável que seja liquido. Sendo assim, concluo que a academia/musculação, não é o vilão do linfedema, desde que a pessoa faça acompanhamento com médico e fisioterapeuta, pois há exercícios que não são adequados.

Após os exercícios, seria ideal tomar um banho relaxante, mais frio, e colocar as pernocas pra cima! É o que eu tenho feito. Tenho feito mais à noite, quando ta mais fresco, e depois tomo banho morno a frio e pernas pra cima! Faço pressoterapia com o lymphapress, e depois vou dormir. Essa sequência me deu ótimos resultados. Se eu fizer dessa forma a semana inteira, a perna fica bacaninha até a proxima sessão de fisio.

E o calor? Bem, não deixo de ir à praia, piscina… Como faço? Vou de meia! Uso meia na lata, e quem achar estranho que fique achando pra lá. Procuro ficar debaixo da barraca e ficar na água o máximo possível.

Em casa, no calorão horroroso, é legal fazer uma compressa fria na perna. Eu fiz uma bota com vários bolsos, que eu fecho com velcro e ponho bolsas de gel geladas em cada bolso. O resultado é um resfriamento uniforme e alívio imediato!

Uma dica maneira pra quem não quer ou não pode gastar tanta grana com bolsas de gel, é fabrica-las em casa! Uma conhecida minha ensinou: coloque  agua + alcool dentro de um balão de festa e ponha no congelador. Está pronto! Dizem que não endurece… eu ainda não experimentei! Quem experimentar, pode postar aqui se deu certo!

É isso pessoal!

Outro dia volto com mais assuntos da estação mais quente do ano!

Beijos, e até a próxima!

16 Responses to Linfedema e exercícios no verão

  • Renata says:

    Parabéns Ferzinha!

    Adorei a matéria que traz bons lembretes e novidades!

    Saúde sempre,

    Beijos da Rê.

  • Luciana says:

    Ontem fiz um post no meu blog sobre a minha luta em encontrar sapatos para o meu problema de linfedema. Acho que muitos também tem. Se quiser reproduzir aqui eu dou autorização
    Abraços,

    Luciana

  • Daniele says:

    Adorei as dicas. O fato de ir com meia para praia ou piscina não incomoda?

  • Oi Daniele!

    Eu prefiro usar a meia. Primeiro porque usando a meia, parece que estou em um tratamento, e não que eu tenho uma perna maior que a outra, isso desfoca a atenção alheia e me faz me sentir mais à vontade. Além do fator psico-estético, tem o fator contenção. Sem a meia a perna incha loucamente, ainda mais num ambiente quente coma areia da praia. Outro benefício: quando entro na água fria a meia molha. Ao voltar pra barraca (perninha na sombra sempre), a umidade da meia faz um processo de resfriamento da perna, e isso também evita de inchar ainda mais. Fora que é muito mais confortável a perninha fresca, pois o edema por si só já esquenta a danadinha.

    Acho que esses motivos são muito bons pra que eu continue usando meia na praia. Mas cada um é cada um. Tem gente que se sente melhor sem a meia. Fato é que o calor faz piorar, mas deixar de ir à praia já é D+ pra minha pessoa. É abrir mão demais das coisas boas e inofensivas da vida.

    Beijos!

  • Andressa says:

    Oi Fernanda, tudo bem?
    Adorei sua matéria, mas quer dizer então q vc entra de meia na piscina, na praia… Será q entendi direito?
    Nadar com a meia, não estraga ela mais rápido? Principalmente na piscina por caus do cloro…
    Aguardo sua resposta.

  • Oi Andressa!
    Entro sim na água de meia. É fantástico!

    O cloro estraga sim, por isso quando vou à piscina, uso as meias mais velhas, as mais desgastadas. Eu sempre troco de meia quando começa a perder a compressão, então, elas nao ficam inutilizáveis. Quebram o galho na praia ou piscina.

  • Andressa says:

    Obrigado pela resposta, Fernanda…
    Achei interessante, vou fazer o teste!

    Fernanda, mudando de assunto, gostaria muito de trocar algumas opniões com vc. Então vou te add, no orkut do meu irmão, espero que aceite, o nome dele é Hélio Júnior.

    Att,

    Um abraço.

  • Oi Andressa,

    se você não se importar, prefiro que a gente troque as idéias aqui no blog ou no fórum do linfedema. Esse site tem o objetivo de acessar as pessoas fora das redes sociais. A sua dúvida ou experiência pode interessar a outra pessoa também. Acho que é mais democrático e acessivel a discussão fora dessas redes.

    Agora, se o assunto for mais reservado, podemos conversar pelo fórum do linfedema, nas mensagens privadas, ou até mesmo por e-mail.

    Espero que compreenda o espírito da coisa.
    :)

  • Andressa says:

    Oi Fernanda, compreendi sim.
    Então se vc não se importar, preferia que fosse por e-mail…
    Na verdade sou do interior de Minas, então gostaria de trocar de idéia sobre tratamento e afins!!!
    Aguardo sua resposta.

  • Amelia da Silva valentim says:

    Fernanda,

    O preciso comprar o aparelho para drenagem, o meu caso é linfedema no braço, porém o que entendi que a fábrica Angiotron fechou, aonde posso comprar? entrei em contato com uma empresa em BH a Hand Shop, em Santa Efigênia, o aparelho é da Chatanooga, bem caro em torno de 3.000, a luva 1.500, gostaria que me informasse se existir outras empresas de seu conhecimento ou de alguém que saiba, que fabrica que vende o aparelho que necessito. Sou Vitória/ES pode mandar a informação para o meu e-mail amelia.valentim@hotmail.com

  • Olá Amélia!

    Antes é preciso que fique claro que o uso da pressoterapia deve ser indicado por médico ou fisioterapeuta espacializado e o paciente deve ser devidamente ORIENTADO sobre seu uso. Este aparelho pode ser usado com critério, pois se aplicado de modo indiscriminado, sem o conhecimento necessário para operá-lo, pode trazer malefícios.

    O Lymphapress, o único com estudos que comprovam sua eficácia, é vendido pela cirumont.com.br , Cirurgica Montserrat , única importadora autorizada a comercializar esta máquina no Brasil. Entre em contao pelo site deles, ou por telefone: (11) 4368-3884
    (11) 4368-4993
    cirumont@cirumont.com.br
    Abraço!

  • Carla A. Domenegueti dos Santos says:

    Oi Fernanda! Adoro suas dicas! PARABÉNS pelo blog!
    Então, gostaria de saber se vc conhece informações sobre o pilates para que tem linfedema em MI.
    Tenho feito só hidroginástica, e como faço a muitos anos estou meio enjoada e já não vejo muito resultado.
    Aguardo.
    Um abraço,
    Carla

  • Oi Carla!

    Acredito que não haja problema algum em se fazer pilates, muito pelo contrário. Inclusive, a última vez que fui na minha médica do linfedema ela me receitou exatamente o pilates como complemento ao tratamento.

    Abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Todas as informações contidas tanto no site quanto no blog e no fórum do vivacomlinfedema.com.br visam ajudar e orientar pessoas com linfedema a conviverem da melhor forma possível com a doença. A autora de todo o conteúdo relacionado ao referido site, blog e fórum não é médica nem fisioterapeuta e objetiva apenas compartilhar suas experiências como portadora de linfedema. O site, o blog e o fórum do vivacomlinfedema.com.br não se responsabilizam por informações indevidamente prestadas por médicos e fisioterapeutas cadastrados na lista de busca do site, ficando a cargos destes a responsabilidade de honrar seus compromissos técnicos e éticos para com a sociedade. Feitas tais considerações, o vivacomlinfedema.com.br alerta: O MÉDICO ESPECIALISTA DEVERÁ SEMPRE SER CONSULTADO.