Blog do site VIVACOMLINFEDEMA.com

Produtos para linfedema

Bota de gorgurão – será o fim das faixas?

Olá pessoal!

Depois de muito tempo sem atualizar o blog, aqui estou eu. Desta vez, trago uma grande novidade: meias de gorgurão!

No final do ano passado, e início deste ano, tive a oportunidade de conhecer as tão faladas meias de gorgurão. A Rosana, que fabrica as meias/botas (não gosto de usar o termo “meias”, porque elas estão mais pra bota, basta ver as fotos), esteve em BH e confeccionou botas e luvas de gorgurão pra várias pessoas de várias localiades de MG. Eu fui uma das felizardas que puderam conhecer os efeitos da “meia” mais cobiçada do momento.

Pois bem. Como todos sabem, sou uma pessoa otimista, porém, extremamente crítica. Pretendo demonstrar os prós e contras desta meia, e fazer um comparativo com as faixas de baixa elasticidade. Pelo que pude ver, a meia de gorgurão não pretente substituir as meias elásticas de compressão. Acredito que a meia de gorgurão pretende substituir as famigeradas faixas, e por isso, minha avaliação girará entorno disso.

Leia mais

Compressão com estilo – LympheDIVAs e My Sassy Sleeve

Oi meninas!

Sim, hoje o post é para as meninas… foi mal garotos! Na próxima eu englobo vocês…

Bem, navegando pela internet (tá virando clichê essa expressão, né!), descobri um produto muito bacana! Os protetores de braçadeiras e braçadeiras estilizadas!

Um dos grandes problemas que as mulheres com linfedema enfrentam é a recuperação e a manutenção da autoestima. O linfedema é uma doença que, além de causar desconforto, peso, às vezes dores e risco de complicações, derruba a autoestima das mulheres.

Entendam  porquê: Quando as mulheres com linfedema recebem a notícia de que não poderão mais tirar suas cutículas, terão que ter mais cuidados com feridas e exposição do membro ao calor, as restrições das atividades físicas, isso tudo ajuda a derrubar o pouco de amor e vaidade que sobrou depois de superar um câncer. As mulheres que já nasceram com deficiência de linfonodos e viveram uma vida toda com inchaço, ou as que desenvolveram depois de adultas também enfrentam esse problema. Tanto as moças que têm o problema nos braços como as que têm em suas pernas passam por momentos de tristeza e desesperança frente às cobranças de uma estética perfeita amplamente massificada pelos meios de comunicação.

Leia mais

Brindes LINFODRESS

O calor está aí! Época de inchar mais, não é mesmo? Então é hora de tomar os devidos cuidados, dentre eles, enfaixar o membro com linfedema!

A Atamed está com uma nova linha para linfedema, que eu ainda não experimentei, mas vou experimentar em breve e postar aqui no blog a minha opinião. Essa linha é a LINFODRESS, para linfedema.

A brincadeira é a seguinte: as 5 primeiras pessoas que postarem aqui no blog um comentário respondendo por que  querem experimentar as ataduras LINFODRESS, vão ganhar um kit com a quantidade necessária para o enfaixamento do membro com linfedema.

Mas só podem participar as pessoas que sabem o autoenfaixamento, ou que tenham acompanhamento fisioterápico pra fazer o enfaixamento correto.
enfaixamento

ENCERRADO!!!

Medidor de volume caseiro para linfedema

PhotobucketOi povo!

Nossa queridíssima amiga Amaia, como sempre nos ajudando, me contou sobre um medidor de volume caseiro para braço desenvolvido por um médico canadense, Dr. Latte. Ele publicou no ” Journal of clinical Oncology ” em 1°de dezembro de 2006.

O passo a passo da construção de um exemplar desse pode ser encontrado no site www.infolympho.ca (clique aqui para ir direto à página da receita do medidor).

Segundo este site canadense sobre linfedema, o Dr. Jean Latte criou este medidor para pessoas com linfedema de braço pós câncer de mama. Porém, na minha modesta opinião, acredito que este medidor pode ser perfeitamente adaptado para medição de volume da perna. Basta fazermos adaptações. Outra coisa que eu pensei, é que, se você medir o volume do braço/perna inchado e depois o braço/perna normal, a diferença entre eles é o volume do inchaço (linfa acumulada).

Bem, mas como é feita a medição do volume da linfa do braço? O medidor é preenchido com água. Você deve submergir o braço no cilindro e coletar a água que escorre da “bica”. Então você deve pesar a água. O peso é igual ao volume do seu braço.

O medidor de volume fornece um resultado mais confiável do que a medição da circunferência feita com fita métrica. Com isso, você pode avaliar qual combinação de  tratamentos é mais eficaz no seu caso (bandagens, drenagem linfática manual, uso de meias/braçadeiras, drenagem mecânica por aparelho de pressoterapia, exercícios na água ou fora d’água, etc). Você pode personalizar seu tratamento e se concentrar no que lhe traz mais resultado.

O Dr. Latte projetou o medidor de volume num contexto totalmente não-comercial. Para atestar sua eficácia, o Dr. Latte realizou um estudo que foi publicado no Journalof Clinical Oncology em dezembro de 2006 (clique aqui para ler a publicação. Este estudo mostrou que o medidor é tão exato e preciso quanto um medidor de acrílico comumente utilizado em clínicas em todo o mundo.

Agora vamos ao que interessa!!!! Hora de pôr a mão na massa!

Como construir um medidor de volume de braço:

1- Material:

a) Tubo de PVC de 15cm de diâmetro interno (cerca de 6mm de espessura); comprimento igual ao comprimento do braço.

b) Tubo de PVC  de 10cm de diâmetro interno, 23cm de comprimento.

c) Um conector em Y de PVC, projetado para conectar 2 tubos de 15cm e 1 de 10cm de diâmetro.

d) Um joelho de 45° com um conector macho e um fêmea projetado para conectar 2 tubos de 10cm e 1 de 15cm.

e) Uma tampa de PVC de 15cm

f) Uma cola solvente de PVC

2- Instruções de montagem:

a) Determine o comprimento do braço medindo a partir da dobra axilar (ponto A) até a ponta do dedo médio (ponto B) com braço e mão esticados.

b) Corte e colagem:

Cuidado!!! É perigoso cortar PVC com serra elétrica e utilizar cola de PVC que emite vapores tóxicos; essas tarefas devem ser desempenhadas por pessoa qualificada que deverá utilizar equipamento de proteção.

1) Corte o tubo de 15cm no comprimento do braço (figura 3A);

2) Corte o tubo de 10cm no comprimento de 23cm;

3) Corte o conector Y conforme a figura 3B. Deixe a parte assimétrica do Y para baixo. Meça 15cm de baixo pra cima no conector de 15cm e marque o ponto A. Marque o ponto B 10cm acima da ponta do bocal inferior (passo1). Corte o Y em uma linha reta que vai do ponto A ao ponto B (passo2). Lixe para um bom acabamento e encaixe (passo3).

4) Cole a tampa de 15cm no tubo de 15cm para selar o fundo do medidor (figura 3 passo 1).

5) Cole o Y no outro lado do tubo de 15cm (figura 3C, passo 1).

c) Arranjo:

Prenda a tubulação de 10cm no joelho e  o joelho no Y como no passo 2 da fig.3C. O bico do medidor agora está no lugar.

d) Preenchendo, lixando, limpando e desinfetando:

Limpe todas as peças antes de começar a montagem. Verifique cuidadosamente o medidor depois de montado, por dentro e por fora. Lixe quelquer aresta, sobra ou ponta. Desinfecte o medidor usando água sanitária. Lave cuidadosamente com água para remover qualquer vestígio de água sanitária.

3 – Como medir o volume do braço

a)

  • Medidor de volume do braço caseiro
  • Jarra de bebidas comum
  • Balança de cozinha ou de correios. ( Deve medir até 5 kilos, ter resolução de 1g e possuir plataforma com tamanho adequado para apoiar a jarra de bebidas)

b) Procedimentos de medição

  1. Pese a jarra vazia e anote seu peso. Isto será uma constante que deverá ser subtraída do peso da jarra com a água.
  2. Coloque o medidor de volume em um piso com superfície nivelada. Para  comparação entre as medições, tente colocar o medidor de volume sempre no mesmo lugar em cada medida.
  3. Prepare um assento confortável ao lado do medidor de volume, por exemplo, um banco ou uma cadeira baixa. Um vaso sanitário  com a tampa fechada seria conveniente para utilizar como assento.
  4. Coloque a jarra próximo ao bocal do medidor de volume. Debaixo da jarra coloque qualquer tipo de base plana, como vasilhames plásticos, para levantar a jarra mais próximo ao bocal do medidor de volume. Esta base é necessária para que não derrame gotas para fora da jarra.
  5. Encha o medidor de volume com água até começar a derramar na jarra. Espere todas as bolhas se assentarem. Coloque mais um pouco de água até que pare de derramar completamente.
  6. Esvazie  água que derramou na jarra (passo 4). Enxugue a jarra com uma toaha. Coloque a jarra seca de volta para a posição original.
  7. Agora você está pronto para medir o volume de seu braço. Sente-se ao lado do medidor de volume. Coloque seu braço lentamente e delicadamente. Começará a derramar água dentro da jarra. Continue afundando seu braço lentamente até seu dedo médio encostar no fundo do medidor de volume, enquanto mantém seus dedos e braço esticados.
  8. Permaneça nesta posição até a água parar de pingar dentro da jarra. Você pode observar isso quando a água na jarra ficar parada.
  9. Remova seu braço e seque com uma toalha.
  10. Coloque a jarra cheia de água na balança.
  11. Anote o peso exibido na balança. Deste número, subtraia o peso da jarra vazia (passo 1). A diferença é o volume em gramas da água dentro da jarra. Essa quantitade é igual ao volume em milímetros do seu braço.
  12. É recomendado que você faça ao menos 2 medições consecutivas, e preferivelmente 3.
  13. Quando você tiver terminado de medir, o medidor de volume pode ser esvaziado no chuveiro.

FIGURAS

Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket

Calçadeira especial para pessoa com linfedema

PhotobucketOi Pessoal!

Aqui estamos mais uma vez.

Hoje vou mostrar pra vocês um produto que eu já havia comentado sobre ele quando falei das meias Mediven. É a calçadeira, lembram? Pois é, agora existem as calçadeiras feitas no Brasil ! O representante da marca, a brasileira Pratiflex, entrou em contato conosco e nos passou algumas informações:

1. Produto voltado para pessoas que tenham dificuldades de mobilidade que possam, de alguma forma, impedir o processo de calçar as suas meias.

2. Fabricado em Polietileno de alta densidade, atóxico, lavável e de alta resistibilidade.

3. Garantia de 6 meses contra qualquer defeito de fabricação, rompimento ou fadiga precoce do material utilizado na confecção.

4. Preço: R$29,00 , mas fazem preços diferenciados para atacadistas.

Photobucket

O contato deles é pelo tel ou e-mail:

Tel.: 31 9747-9887
e-mail: pratiflex@pratiflex.com.br
site: www.pratiflex.com.br (em breve)

Pra quem tem dificuldade de vestir as apertadíssimas meias é uma ótima ideia. Eu não tive a oportunidade de testar o produto, mas fica aí a dica. Quem adquirir, faça seu comentário aqui no blog !!!! Também podemos discutir sobre isso no fórum!!!!

Esperamos vocês na próxima matéria pessoal!

Aquele abraço!

Photobucket

Todas as informações contidas tanto no site quanto no blog e no fórum do vivacomlinfedema.com.br visam ajudar e orientar pessoas com linfedema a conviverem da melhor forma possível com a doença. A autora de todo o conteúdo relacionado ao referido site, blog e fórum não é médica nem fisioterapeuta e objetiva apenas compartilhar suas experiências como portadora de linfedema. O site, o blog e o fórum do vivacomlinfedema.com.br não se responsabilizam por informações indevidamente prestadas por médicos e fisioterapeutas cadastrados na lista de busca do site, ficando a cargos destes a responsabilidade de honrar seus compromissos técnicos e éticos para com a sociedade. Feitas tais considerações, o vivacomlinfedema.com.br alerta: O MÉDICO ESPECIALISTA DEVERÁ SEMPRE SER CONSULTADO.