Blog do site VIVACOMLINFEDEMA.com

Terapia compressiva

Bota de gorgurão – será o fim das faixas?

Olá pessoal!

Depois de muito tempo sem atualizar o blog, aqui estou eu. Desta vez, trago uma grande novidade: meias de gorgurão!

No final do ano passado, e início deste ano, tive a oportunidade de conhecer as tão faladas meias de gorgurão. A Rosana, que fabrica as meias/botas (não gosto de usar o termo “meias”, porque elas estão mais pra bota, basta ver as fotos), esteve em BH e confeccionou botas e luvas de gorgurão pra várias pessoas de várias localiades de MG. Eu fui uma das felizardas que puderam conhecer os efeitos da “meia” mais cobiçada do momento.

Pois bem. Como todos sabem, sou uma pessoa otimista, porém, extremamente crítica. Pretendo demonstrar os prós e contras desta meia, e fazer um comparativo com as faixas de baixa elasticidade. Pelo que pude ver, a meia de gorgurão não pretente substituir as meias elásticas de compressão. Acredito que a meia de gorgurão pretende substituir as famigeradas faixas, e por isso, minha avaliação girará entorno disso.

Leia mais

MEIA ELÁSTICA

Oi pessoal!

 

Aí vai um pequeno texto com perguntas e respostas que tirei do site do Dr. Marcondes Figueiredo. Trata-se de algumas informações úteis a respeito do uso de meias elásticas.

Espero que gostem!

O que é uma meia elástica terapêutica?

Meia elástica é um produto utilizado no tratamento da doença venosa (varizes) e linfática (linfedema) e na profilaxia da trombose venosa (formação de coagulo nas pernas), prescrita pelo seu médico, após fazer as medidas do tornozelo, panturrilha e coxa, definir qual a compressão que deve ser utilizada.

Como deve ser utilizada a meia elástica terapêutica?

A meia elástica deve ser vestida pela manhã, nos primeiros trinta minutos após levantar da cama e retirada no final da tarde, nunca durma com uma meia elástica, pois ela pode prejudicar a sua circulação arterial no membro inferior.

Leia mais

Compressão com estilo – LympheDIVAs e My Sassy Sleeve

Oi meninas!

Sim, hoje o post é para as meninas… foi mal garotos! Na próxima eu englobo vocês…

Bem, navegando pela internet (tá virando clichê essa expressão, né!), descobri um produto muito bacana! Os protetores de braçadeiras e braçadeiras estilizadas!

Um dos grandes problemas que as mulheres com linfedema enfrentam é a recuperação e a manutenção da autoestima. O linfedema é uma doença que, além de causar desconforto, peso, às vezes dores e risco de complicações, derruba a autoestima das mulheres.

Entendam  porquê: Quando as mulheres com linfedema recebem a notícia de que não poderão mais tirar suas cutículas, terão que ter mais cuidados com feridas e exposição do membro ao calor, as restrições das atividades físicas, isso tudo ajuda a derrubar o pouco de amor e vaidade que sobrou depois de superar um câncer. As mulheres que já nasceram com deficiência de linfonodos e viveram uma vida toda com inchaço, ou as que desenvolveram depois de adultas também enfrentam esse problema. Tanto as moças que têm o problema nos braços como as que têm em suas pernas passam por momentos de tristeza e desesperança frente às cobranças de uma estética perfeita amplamente massificada pelos meios de comunicação.

Leia mais

BANDAGENS – parte I – HISTÓRIA DA COMPRESSÃO

Oláaaaaaaaaaa pessoal!

Ando sumida né, demorando a atualizar o blog, eu sei… Mas é por um bom motivo! Estou estudando para melhorar o site do vivacomlinfedema.com.

Pois bem. Hoje quero começar uma sequência de estudos sobre bandagens. Se tem uma coisa que me preocupa muito é a falta de conhecimento sobre o assunto.  Isso posto, proponho uma maratona de informações sobre enfaixamento começando pelo post de hoje.

Minha querida médica, vasta conhecedora da terapia compressiva, sugeriu que eu comprasse um livro chamado “Bandagens e Técnicas de Aplicação” do ilustre Dr. Eugenio Oscar Brizzio. Este livro pode ser encontrado no site onde comprei relativa.com.br . Após ter lido esta obra maravilhosa, tive uma enorme vontade de partilhar com vocês esses conhecimentos, e cá estou.

Vamos lá!

HISTÓRIA DA COMPRESSÃO – PARTE I

Como dizia Monteggia, a compressão propõe o retorno à funcionalidade perdida.

“(…) Glauco Bassi afirmou que , reduzindo o calibre das veias, elas retomam, ao menos em parte, o jogo valvar e aceleram o fluxo. Comprimindo-se as veias varicosas, impede-se a transmissão até a periferia das hipertensões venosas gravitacionais e ortodinâmicas, diminuindo o edema e facilitando a atividade varicante, ou seja, compensadora dos linfáticos. Ao mesmo tempo, ativam-se as bombas impulso-aspirativas subdiafragmáticas com que a natureza subsidiou o homo erectus: a bomba plantar, a bomba do tornozelo, a bomba hálux fíbulo-solear, a bomba gastrocnêmica ou gemelar, a bomba poplítea, as bombasisquiossurais, a bomba glútea e a bomba abdominal com seu solo pélvico.”

PERÍODOS HISTÓRICOS DA COMPRESSÃO

Leia mais

Todas as informações contidas tanto no site quanto no blog e no fórum do vivacomlinfedema.com.br visam ajudar e orientar pessoas com linfedema a conviverem da melhor forma possível com a doença. A autora de todo o conteúdo relacionado ao referido site, blog e fórum não é médica nem fisioterapeuta e objetiva apenas compartilhar suas experiências como portadora de linfedema. O site, o blog e o fórum do vivacomlinfedema.com.br não se responsabilizam por informações indevidamente prestadas por médicos e fisioterapeutas cadastrados na lista de busca do site, ficando a cargos destes a responsabilidade de honrar seus compromissos técnicos e éticos para com a sociedade. Feitas tais considerações, o vivacomlinfedema.com.br alerta: O MÉDICO ESPECIALISTA DEVERÁ SEMPRE SER CONSULTADO.